Sindicato dos Trabalhadores em Postos de Combustíveis da Bahia

Meio ambiente de trabalho

Meio ambiente não significa apenas a natureza. Significa também os aspectos sociais, econômicos, culturais e políticos de uma instituição pública ou privada.

Define-se “meio ambiente de trabalho” como sendo o conjunto de bens, instrumentos e meios de natureza material e imaterial, em face do qual o ser humano exerce atividades laborais (art. 200, VIII da CF). Representa o complexo de fatores físicos, climáticos ou quaisquer outros que interligados, ou não, estão presentes e envolvem o local de trabalho da pessoa.

É neste ambiente, reduzido muitas vezes a uma pequena sala, onde, segundo Stephen Lundin, despendemos cerca de 75% de nosso período de vigília realizando atividades relacionadas ao trabalho e onde passamos grande parte do tempo de nossas vidas. Nele, nos tornamos gerentes de uma fábrica de desperdícios e de resíduos.

Quantas luzes acessas sem necessidade, quantas torneiras que não fecham adequadamente, quantas janelas fechadas que poderiam permanecer abertas, evitando mais horas de ar condicionado ligado, quanto papel jogado fora que poderia ser reaproveitado e reciclado?

E o nosso lixo de cada dia? São papéis, plásticos, metais, vidros...

Observa-se cada vez mais nas empresas e nas instituições publicas, a necessidade de se adotarem critérios com o objetivo de minimizar desperdícios e reduzir impactos negativos no ambiente, provenientes das atividades administrativas.

Construir um plano de ação neste sentido é exercer função social, ética e de cidadania, na medida em que contribuímos para um melhor aproveitamento e aplicação do dinheiro público.

Cabe a cada um de nós estimular, orientar e adotar atitudes e comportamentos que humanizem o ambiente de trabalho; que ajudem a diminuir danos ou riscos à saúde; que combatam o desperdício, preservando, assim, não somente o bem público, material, mas, antes de tudo, o bem maior, o próprio cidadão.

É responsabilidade de todos reduzir a quantidade de lixo, acondicioná-lo corretamente, tratando-o de forma adequada para neutralizar a ação de vírus e bactérias naturalmente ali existentes, capazes de produzir doenças no homem e no ambiente, com prejuízos de dimensões incomensuráveis.

Filiado a:

FENEPOSPETRO

Av. Sete de Setembro n° 941, Conjunto 101 - Centro/Mercês
CEP: 40060 - 000, Salvador-BA

© Copyright 2009 - SINPOSBA